Profissionais

Clínicas

Academias

Farmácias

Óticas

Produtos e Equipamentos

Laboratórios
 

 

 

 

ARTIGO: EXISTE UM NARIZ IDEAL? COMO ESCOLHER?
 


Dr. Sidney D'Andrea

Cirurgião Plástico


 

      A plástica do nariz é considerada um clássico da cirurgia plástica, pois o profissional emprega todo o arsenal de filigranas técnicas, toda a sua experiência, enfim todo seu senso estético. Além de ser um elemento central no equilíbrio estético do rosto, o nariz é um órgão extremamente importante para nosso sistema respiratório. Alterações mal executadas podem trazer graves prejuízos estéticos - o estígma do nariz operado.

     Ao contrário, pequenas mudanças quando bem indicadas e realizadas com arte, podem dar a face, a juventude e a auto-estima da paciente. 

     Não há nariz difícil. O que pode haver são pequenas limitações técnicas, sobretudo nos casos de reoperações. O nariz costuma pregar muitas peças ao menor descuido.

     A plástica do nariz quando feita sem o necessário capricho e o devido planejamento, pode incidir em diversos erros, como o excesso de recessão, quando o nariz fica pequeno demais ou sem "sela", artificialmente arrebitado, e há desproporção entre as linhas da face.

     Um nariz grande também pode ser bonito, dependendo do tipo de rosto.

    EXISTE UM NARIZ IDEAL?
 O médico segue a filosofia de que a satisfação do cliente vem sempre em primeiro lugar, com as limitações técnicas de cada caso, como a pele muito grossa. Tudo depende de bom senso estético - que deve ser definido de comum acordo entre médico e a paciente. O que você simula na máquina nunca se reproduz na prática.

     Para melhor segurança e resultado funcional, trabalhamos em conjunto com o otorrino, no caso de eventuais correções de estruturas internas do nariz, como desvios de septo e pequenos tumores que atrapalham a respiração.

     As alterações estéticas vão desde um nariz muito grande até uma ponta muito redonda ou larga, desproporcional em relação ao nariz. Avaliamos no perfil seu comprimento e a relação com o lábio superior, a forma do dorso nasal, que pode exibir curvatura excessivamente convexa, ou a presença da chamada "Giba", que é uma protuberância que se destaca no terço superior do nariz. 

     Também é importante a projeção da ponta nasal e sua relação com o dorso. Olhando de frente observamos a largura e a harmonia com a face, levando em conta o fator racial.
     A ponta ou a Columela Bífidas também são comuns, e os desvios de septo, o "nariz torto" como é conhecido, enfeiam qualquer perfil. 

     A sequência do ato cirúrgico é mais ou menos padronizada: No caso de "nariz de batata", a ponta é afinada com a delicada ressecção das cartilagens alares, com a incisão feita por dentro, sem deixar cicatrizes, em seguida, o dorso do nariz é cuidadosamente raspado, tudo em nome do equilíbrio estético da face. 

     E com muita naturalidade, sem artificialismos e o desagradável estigma de nariz operado.

     O resultado deve ser avaliado em comparação com o aspecto que o paciente apresentava antes.

     Procura-se deixar o nariz masculino com um perfil mais reto e o feminino levemente arqueado para dentro.

     Em relação à ponta, o resultado é variável dependendo do tipo de pele. Numa pele fina e clara a tendência é que a ponta fique com o resultado mais refinado. 

     Em peles grossas, como é o caso de pessoas negras, essa ponta pode ser afinada, porém com limitações.

     A intenção é afinar o nariz como um todo, visto de frente, desde a parte alta entre os olhos até a base da pirâmide nasal, próxima do lábio superior. 

      Faz-se uma avaliação entre o nariz e o lábio superior. Quando necessário, a cirurgia aumenta esse ângulo, tornando o nariz levemente mais "arrebitadinho".

     Em geral o procedimento resulta em maior harmonização entre o nariz e a face como um todo, de acordo com cada caso. O nariz centraliza, divide e personaliza a face, quando dizemos que alguém é bonito ou feio, grande parte desse julgamento refere-se ao nariz. 

     O resultado final só pode ser observado em seis meses. É quando desaparecem completamente os edemas, e o nariz adquire suas formas definitivas.

     É comum associar a rinoplastia a outras correções estéticas da face, como aumento do queixo, plástica de pálpebras, ou mesmo lifting. Mas mesmo realizada isoladamente, a rinoplastia ainda é a plástica que mais se aproxima da perfeição.

 clique no nome para acessar o cadastro profissional  Dr. Sidney D'Andrea