Profissionais

Clínicas

Academias

Farmácias

Óticas

Produtos e Equipamentos

Laboratórios
 

 

 

 

 




Dr. Juarez Luiz Donzelini

 Ginecologista
 Especialista em Infertilidade

 

 

A síndrome dos ovários policísticos 
é uma das causas freqüentes de infertilidade.

   Está associada a alterações menstruais (irregularidade ou ausência da mesma) e manifestações clínicas como hirsutismo, obesidade, oleosidade da pele, etc.. 

   Depois do uso de medicamentos sem sucesso, ou a limitação dos injetáveis (análogos) pelo seu custo e também pela alta incidência de gestação múltipla (25% a 30%), a cirurgia ovariana através da via Laparoscópica, tem demonstrado resultados satisfatórios.

   Pela via Laparoscópica é possível cauterizar os micro cistos ovarianos através de perfurações pequenas e múltiplas. 
 
   Após a destruição dos cistos, os ovários ficam sem os efeitos hormonais adversos, contrários ao seu bom funcionamento, ou seja, há um equilíbrio entre os hormônios, resultando na maturação dos folículos e conseqüente ovulação.

   Depois da cirurgia os ciclos ficam regulares, ao contrário 
do que era antes, com melhora da pele e dos pelos também...

   Com a ovulação suas chances de gravidez são iguais a da população normal novamente.

   A taxa de ovulação e gravidez mais altas após a cauterização dos ovários se deve a melhor qualidade dos óvulos e deixando o útero (camada endometrial) mais receptiva ao mesmo).

   As pacientes que são submetidas a Cauterização Ovariana Videolaparoscópica, tem taxas menores de aborto em relação às que fazem uso de hormônios, pela melhor qualidade dos óvulos.

   Concluindo, o tratamento cirúrgico representa uma alternativa para pacientes inférteis, com anovulação crônica devido a ovários policísticos resistentes às drogas indutoras de ovulação.