Profissionais

Clínicas

Academias

Farmácias

Óticas

Produtos e Equipamentos

Laboratórios
 

 

 

 

Doença do refluxo gastroesofágico


Dra. Cláudia Dória Peron Rosa
 
Médica
Especialista em Cirurgia Digestiva

 

  
   O termo DOENÇA DO REFLUXO GASTROESOFÁGICO, deve ser usado para incluir todos os indivíduos que estão expostos ao risco de complicações físicas do refluxo gastroesofágico ou que, clinicamente, experimentem piora da saúde, relacionada à qualidade de vida, devido a sintomas relacionados com refluxo. 

  
   O refluxo gastroesofágico é uma afecção muito freqüente; podendo acometer crianças, adultos e idosos; vem se tornando mais incidente em todo o mundo nos últimos 30 anos.

   O refluxo decorre do fluxo retrógrado do conteúdo do estômago para o esôfago (como ilustra a figura); lesando a superfície deste órgão e órgãos adjacentes, causando variados sintomas, às vezes de difícil diagnóstico.

   Isto acontece quando há incompetência do esfíncter do esôfago (sua válvula de segurança), na presença de hérnia hiatal (do estômago) ou quando há um aumento acentuado da pressão intra abdominal, como no término da gravidez, obesidade e distensão do abdome. 

  
   O esôfago fica com lesões inflamatórias, erosões, úlceras, pode ocorrer seu estreitamento e até uma neoplasia.

   Os sintomas mais típicos são a azia e a "queimação" na região retro external e dos epigástrico e as manifestações mais atípicas são a tosse crônica, pigarros, laringite, dor torácica não-cardíaca e erosões dentais.

   Para tratá-la, necessita-se de alterações de hábitos alimentares, medicações específicas ou cirurgia nos casos indicados, cabendo ao médico a orientação carreta para cada caso.

Algumas orientações podem ser importantes para o portador desta doença crônica que é o refluxo:

Evite fumar

Evite deitar-se ou fazer esforço físico após as refeições

Mantenha uma alimentação saudável, com frutas, legumes e verduras

Evite alimentos gordurosos (frituras, chocolate) e apimentados

Faça refeições leves, fracionadas em várias vezes ao dia

 


Procure seu médico para orientá-la melhor.