Profissionais

Clínicas

Academias

Farmácias

Óticas

Produtos e Equipamentos

Laboratórios
 

 

 

 

METAIS PESADOS - MERCÚRIO (AMÁLGAMA)

 


Dra. Tânia Mara Olmedo

 Endocrinologia
 Metabolismo
 Nutrologia
 Medicina biomolecular

   A insistente busca atual por uma saúde melhor demonstra que as doenças são geradas pela interação dos genes com fatores ambientais.

70% dependem de fatores ambientais
30% de fatores genéticos.

   A formação de Radicais livres são geradas por reações químicas nas células, e seus efeitos são intensificados pelos metais, radiação, etc. O sistema endógeno de defesa do corpo humano apresenta enzimas, vitaminas, oligoelementos que podem trabalhar de forma benéfica ou não.
   A exposição a metais tóxicos pode gerar reações de maior intensidade e
quase sempre de modo prejudicial ao organismo.

   Freqüentemente encontra-se sintomas relacionados a contaminação por alumínio, chumbo (muito comum em crianças) e mercúrio entre outras, que podem ser acentuadas com a área de atuação profissional do indivíduo. 

   São produtos de freqüente contato entre odontologistas, substâncias como Titânio, Platina, Prata, Cobre, Estanho, Ouro, Chumbo, Cádmio, Ferro, Alumínio e especialmente Mercúrio (Amalgamas) que podem dependendo da intensidade de contato gerar os seguintes sintomas:

   Dores nos músculos e juntas – Exaustão – Fadiga – Tontura – Vertigem – Dor de cabeça – Enxaqueca – Visão embaçada – Visão dupla desarranjos gastrointestinais – Depressão – Extrassistoles – Pressão atrás dos olhos – Inflamação – Ardor na boca – Eczema – Perda de memória de curto prazo – Dificuldade na respiração – Dores – Insônia – Tendências à suicídio – Impaciência – Dificuldade de concentração – Tremores – Inflamação na garganta – Nervosismo – Descontentamento – Ansiedade – Câimbras – Náuseas - Gosto metálico na boca – Prostação – Timidez – lrritabilidade – Dores de dente e maxilar – Músculos fracos – Alergias – Asma – Indisposição nos rins - Entorpecimento – Dor aguda – Calafrios – Coordenação prejudicada nos músculos e olhos – Ardor – Sensação de formigamento na pele – Sensação de calor – Sinusite – Pressão arterial flutuante – Transpiração excessiva – Boca seca – Salivação excessiva – Perda de Peso – Distúrbios menstruais – Glândula linfática inchada e sensível – Perda de cabelo – Tireóide – Febre crônica – Flutuação de temperatura – Distúrbios nos sentidos de olfato e paladar – Infecções de repetição – Choques ao tocar campos eletromagnéticos.

Como todos esses sintomas sugerem outras patologias freqüentemente as pessoas intoxicadas por mercúrio recebem diagnósticos errados.

   A intoxicação pelo mercúrio contido no amalgama pode ocorrer no indivíduo submetido a este tipo de obturação de forma continua pela presença do amalgama; pode ocorrer na troca de obturação antiga por outra que libera o mercúrio em forma de vapor e pó (muito cuidado), podendo ser fonte de contaminação também para o dentista e seus assistentes, e para si próprio que vai desenvolver ou não sintomas de intoxicação de acordo com o sistema de defesa endógeno (saúde integra), da área de contato e cuidados adotados com o procedimento e pelo contato freqüente com o produto de contaminação em outras fontes de mercúrio além do amalgama, como tintas, conservantes com timerosol (vacinas, mercúrio, merthiolate), termômetros quebrados e combustível adulterados.

   Assim, há necessidade de precauções dobradas. Se o profissional também possui (ainda) amalgamas pois nas trocas acaba se expondo duplamente. O uso de máscara adequada, aparelho de sucção potente e local muito ventilado pode ser importante para após o procedimento seu consultório não permanecer contaminado pelo mercúrio em forma de vapor (facilmente inalado) e em pó que pode penetrar facilmente a pele se em contato com a mesma, tornando mais uma vez susceptível com estes procedimentos. 

   Há trabalhos mostrando que dentistas podem desenvolver distúrbios neuropsiquiátricos em níveis de exposição bem abaixo do nível maximo permitido do mercúrio.

   As informações aqui colocadas são baseadas na publicação " Do envenenamento por mercúrio das obturações de amalgama dentário" - Swedish Association of Dental Mercury Patients